Crítica: Homem Formiga

No ano passado a Marvel deu seu passo mais incerto ao investir em um filme com personagens pouco conhecidos do público, porém a aposta inusitada deu certo e Guardiões da Galáxia foi sucesso de público e crítica. Desta vez o estúdio fez outra aposta inusitada ao investir no filme de um personagem, que apesar de ter uma maior relevância dentro de seu universo como um membro fundador dos vingadores, é pouco conhecido do público em geral.
Homem-Formiga

Na trama Scott Lang (Paul Rudd) acabou de sair da prisão e tenta manter uma vida longe do crime mas logo percebe que não será uma tarefa fácil. É ai que o Dr. Hank Pym (Michael Douglas) ver a oportunidade para convencer Scott a ajudá-lo a proteger os segredos por trás do traje do Homem-Formiga e impedir que o CEO de sua empresa Darren Cross (Corey Stoll) crie um exército de homens do tamanho de formigas que pode representa um risco global. Lang e Pym precisam planejar e realizar um assalto para salvar o planeta.

Continuar lendo

Anúncios